registro de domínios, sob uma visão geral, é utilizado para dar à sua empresa um endereço digital que servirá não somente para encontrá-la, mas também para proteger o nome da sua marca no ambiente da Internet. Isto é, em termos práticos, sua importância é estabelecida pelos seguintes pontos:

  • ganho de credibilidade na rede;
  • proteção e fortalecimento da marca;
  • propriedade da empresa (não pode ser registrado por outra empresa);
  • melhor presença online;
  • possibilidade de uso de um e-mail corporativo, do tipo “atendimento@suacompanhia.com.br”.

Sendo assim, apresentaremos a seguir quais são as principais dúvidas em relação ao registro de domínios. Se quiser saber as respostas, continue aqui conosco e confira a leitura. Aproveite!

Quais as diferenças entre “.com” e “.com.br”?

Tecnicamente falando, não há diferença alguma entre o “.com”, o “.com.br” e as demais extensões. Ou seja, todas funcionarão em qualquer lugar do planeta. No entanto, fora desse contexto técnico, existe uma única distinção: a regulamentação. É esse o fator que as diferencia, já que cada uma é regulamentada por um órgão que define os valores e as regras para o seu respectivo registro.

Quais extensões estão disponíveis para registro de domínios?

As opções são várias. As mais comuns são:

  • .com;
  • .com.br;
  • .net;
  • .org;
  • .info;
  • .tv;
  • .name;
  • e muito mais.

Qual o significado das extensões de domínios?

Todas extensões de domínios são abreviações do tipo de domínio, desta forma, um domínio “.com” – significa: Comercial. Além disso, você pode ter notado diversos domínios diferentes do “.com”, eles também tem seu significado abreviado como:

  • .edu (educação);
  • .gov (Governamental);
  • .org (organizações sem fins lucrativos);
  • entre outros.

Ainda assim, cabe salientar que o termo “br” do “.com.br” foi criado para mostrar que o domínio do site é no Brasil. Dessa forma, a classificação ocorre em diversos lugares, como:

  • Canada (.ca);
  • Reino Unido (.uk);
  • Europa (.eu).

Como funcionam as manutenções do registro de domínios?

Para a manutenção de propriedade do domínio, é essencial estar atento ao vencimento da próxima anuidade de pagamento. Por isso, a data de registro da informação servirá como base para tal. Aliás, é importante deixar claro que, após registrados, os domínios devem ser renovados e pagos anualmente.
Assim, com um singelo investimento você garantirá a exclusividade da sua marca na Internet. Uma observação pertinente aqui, é que, ao registrar um domínio, é possível fazê-lo para um período de até 10 anos seguidos de validação. Em outras palavras, quer dizer que, durante esse tempo, não será preciso se preocupar com a renovação: essa possibilidade é permitida na maioria das extensões.

Quando se perde um domínio?

Apenas três situações causarão a perda:

  • em casos de inadimplência,
  • deixar de fazer a renovação por não ter mais interesse no domínio
  • e disputa judicial sobre propriedade intelectual.

Sendo assim, na primeira situação, há a falta de cuidado com a manutenção. A segunda nada mais é do que a escolha de não manter o registro. E a terceira opção é feita sobre processo judicial onde uma empresa se diz detentora de determinado domínio (via de regra são registros realizados com má fé por terceiros).

Serei avisado sobre a expiração do meu domínio?

Sim, você receberá notificações por e-mail com um aviso de expiração. Para a maioria das empresas o primeiro comunicado é enviado com 60 dias de antecedência. Contudo, caso a renovação não seja feita, novos avisos serão enviados quando faltarem 30, 15, e 5 dias para a expiração, por exemplo.
Entretanto, cabe salientar que os prazos podem mudar de organização para organização: se até o dia da expiração o domínio não for renovado, uma última notificação será feita.   

Por fim, fique sabendo que o valor médio para o registro de domínios por um período de um ano é de a partir de 65 reais. É isso mesmo: apenas 65 reais para garantir que o nome da sua marca (ou futuros projetos) não seja utilizado na internet por outras pessoas. Afinal, o que achou deste artigo? Gostou? Então veja como funciona a hospedagem de sites e para serve!

Leandro Magalhaes