A Internet das Coisas vem revolucionando diversas atividades no cotidiano das pessoas. Dentro das indústrias essa tecnologia tem impacto especial na forma de produzir. Bem como, em monitorar equipamentos e máquinas em uma linha de produção.

De acordo com o Gartner, consultoria líder no fornecimento de pesquisas na área de tecnologia da informação, os gastos mundiais de governos com equipamentos eletrônicos e de comunicações para dispositivos de Internet das Coisas serão de US$ 14,7 bilhões em 2020. Ou seja, o que representa um aumento de 6% em relação ao ano anterior.

Mas por que essa tecnologia tem recebido tanta atenção de organizações de diversos segmentos? Continue a leitura para descobrir!

A Internet das Coisas

De forma simples e resumida, a Internet das Coisas, IoT em inglês, é a tecnologia que permite que objetos físicos se conecte com outros objetos. E portanto, com um usuário por meio de sensores e softwares que transmitem dados para uma rede.

Seguindo esse raciocínio, qualquer utensílio ou “coisa” pode se conectar por meio da Internet das Coisas. Eletrodomésticos, máquinas e até carros podem ser utilizados.

Bom, em relação às aplicações e benefícios eles são muitos! A internet das Coisas pode se aplicar tanto em pequenos aparelhos, como em um relógio inteligente, quanto em estruturas mais complexas, como a automação e monitoramento de equipamentos robustos em uma linha de produção.

arquivo em nuvem

Internet das Coisas na Indústria

Para que você entenda o impacto da aplicação da Internet das Coisas nas indústriascriou-se um termo para nomear especificamente a sua utilização: Internet das Coisas industrial (IIoT em inglês).

A aplicação da Internet das Coisas na Indústria gera níveis sem precedentes de produtividade, eficiência e desempenho ao gerar e digitalizar dados e interconectar processos de produção.

Assim, um exemplo prático da intersecção da Internet das Coisas com uma rede de processos operacionais e sistemas de controle industrial é o monitoramento de equipamentos.

Esse serviço funciona da seguinte forma: por meio de sensores que se instalam em equipamentos como motores, redutores de velocidade e máquinas que se aciona, o software comunica de forma contínua e remota qualquer ação fora do padrão que ocorra em uma operação industrial.

A indústria que possui esse sistema consegue identificar falhas precocemente e antecipar futuros problemas que podem ocorrer durante o processo.

Em uma indústria, antecipar problemas e falhas é sinônimo de aumento de produtividade, otimização do tempo e aumento da vida útil de máquinas e equipamentos.

Assim, fica fácil entender quais são os benefícios desse sistema e como ele pode auxiliar às indústrias, né?

backup em nuvem banner

Benefícios da Internet das Coisas na Indústria

Em resumo, a Internet das Coisas no contexto de uma Indústria representa um avanço altíssimo na precisão das operações realizadas.

Como principais benefícios, podemos citar:

  • Aumento do nível de segurança na operação: o software monitora não só indicadores de desempenho dos equipamentos, como também indicadores de segurança;
  • Redução nos custos de manutenção e produção com a redução do tempo médio de reparo dos equipamentos;
  • Auxílio à tomada de decisões: os insights fornecidos permitem que os gerentes tomem decisões em tempo real fundamentadas em dados confiáveis.

Conclusão

A Internet das Coisas evolui cada vez mais em complexidade e recursos. E proporciona diversos benefícios ao facilitar o cotidiano das pessoas e empresas de diversos segmentos. Isso justifica os investimentos cada vez maiores feito nesta tecnologia em todo o mundo.

Assim, para elevar o nível de desempenho da sua indústria é importante contar com fornecedores experientes que possam te auxiliar neste importante passo.

A Acoplast Brasil tem 25 anos de experiência no fornecimento de produtos e soluções para sistemas de acionamentos industriais. Entre em contato para conhecer todas as soluções.