Conquistar espaço no mercado e se sobressair em meio à concorrência nem sempre é uma tarefa fácil. Para muitos, pode ser um grande desafio. 

Visto isso, existem diversas ferramentas e estratégias de Marketing que podem se tornar fortes aliadas no processo de atração, captação e fidelização de clientes. Assim, duas delas são o Inbound e o Outbound Marketing.

Para se entender melhor, o Inbound Marketing é uma estratégia dentro do universo do Marketing Digital. Que por sua vez, visa gerar interesse, credibilidade e confiança do público-alvo através de conteúdos relevantes e informativos na internet. 

Já o Outbound Marketing utiliza recursos um pouco mais tradicionais.

Dessa forma, com o crescimento gradativo do uso das mídias digitais para se fazer negócios, é muito comum que dúvidas surjam na hora de escolher a melhor estratégia para divulgar uma marca e fidelizar um negócio.  

Por isso, separamos os conceitos das duas estratégias, vantagens e benefícios. Continue lendo este conteúdo para saber mais! 

Entendendo os conceitos

Resumidamente, o Inbound Marketing parte do princípio de atrair o cliente através de publicações e ações online, textos informativos e divulgação nas redes sociais. 

Nesse sentido, o Outbound Marketing é uma estratégia mais tradicional. A qual cria-se anúncios e propagandas diretas como comerciais em televisão, banners e cartazes. 

Vamos entender mais a fundo essas definições? 

Inbound Marketing

A estratégia também é conhecida como Marketing de Atração. Justamente por que seu principal objetivo é atrair, captar e fidelizar clientes em potencial. 

Portanto, tudo parte do princípio de um bom posicionamento. De forma que o negócio em questão fique visível para aquela parcela de usuários que se identifica com os produtos e serviços apresentados. 

Dito isso, a metodologia é responsável pelo desenvolvimento de técnicas capazes de atrair o consumidor por meio de conteúdos relevantes e ricos em informação. Faz isso de forma que a jornada de compra e experiência do cliente o façam querer finalizar a compra. 

Vejamos o seguinte exemplo: 

Uma empresa de venda de planos dentários empresariais pode estruturar conteúdos sobre a importância do plano odontológico pessoa jurídica para empresas. Bem como, aumento de produtividade no trabalho com benefícios empresariais, como escolher o melhor convênio para seus funcionários, entre outros. 

arquivo em nuvem

Jornada do Inbound Marketing

O Inbound Marketing parte de uma metodologia conhecida como Funil de Vendas. 

Ou seja, o funil é responsável por alinhar o trajeto que o cliente em potencial percorrerá dentro do site. Além de quais técnicas se utilizará para convencê-lo a fechar negócio com aquela empresa. 

Portanto, antes de falarmos sobre a jornada do Funil, é importante ressaltar que um bom planejamento estratégico é fundamental para o sucesso da estratégia. Seja à médio e longo prazo. Portanto, planeje-se, mensure dados, atribua metas e objetivos!

A divisão do Funil de Vendas é feita em três camadas. Cada qual, correspondente a um momento da decisão daquele usuário no site até a sua fidelização final. Confira:  

Topo do funil 

Essa etapa é a que possui maior número de tráfego, entretanto, uma baixa taxa de conversão. 

Nesse momento o usuário está com dúvidas e questionamentos, mas ainda não entende sua real necessidade. Assim, ele entra no site mais como uma forma de “pesquisa”. 

Dessa forma, é extremamente importante que os conteúdos do site sejam projetados de maneira informativa, sanando todo tipo de dúvida daquele cliente em potencial. 

Vejamos:

Aquele site de compras de convênios odontológicos citado no exemplo anterior pode além de abordar assuntos relacionados à importância de se ter um convênio dentário, estruturar conteúdos sobre saúde bucal em geral. Como por exemplo, higienização, alimentação, tratamentos e procedimentos odontológicos e por aí vai. 

Dessa forma, o site cria autoridade na cabeça do cliente, passando a ser uma referência. Assim, as chances desse usuário confiar nos seus serviços e fechar um negócio com você aumentam. 

Meio do funil 

Aqui, o usuário já entende melhor quais são suas necessidades e começa então, a avaliar opções e buscar soluções. 

Tendo como base o exemplo acima, o usuário já percebe a importância de adotar um plano odontológico pessoa física para manter a saúde bucal em dia.

Fundo do funil 

No entanto, diferente do topo do funil, essa é a camada com menor número de tráfego e maior taxa de conversão. Aqui, o potencial cliente se converte em lead para o negócio em questão. 

Isto é, usuários que chegam até o fundo do funil são aqueles realmente interessados em fechar com a empresa. 

Nesse momento, é hora de falar sobre seus benefícios, planos, descontos, cobertura, entre outros. 

Outbound Marketing

Grande parte dos empreendedores acredita que a estratégia do Outbound está ultrapassada. Mas, será que isso é verdade? 

Temos que ter em mente que o surgimento do Inbound não irá acabar com a ferramenta do Outbound. Na verdade, é possível utilizar ambas as metodologias como complementos de uma mesma estratégia. 

Como dito brevemente no começo deste artigo, a estratégia Outbound nada mais é que o Marketing Tradicional. Que é tão conhecido por todos nós. Esta estratégia é conhecida como a estratégia que anuncia a marca para os possíveis clientes.

Desde as campanhas em mídias televisivas e impressas, como em ligações de teleatendimento. Atualmente, também é possível fazer isso online, através dos anúncios digitais no YouTube, por exemplo. 

Enquanto o Inbound aplica uma estratégia de comunicação indireta com o usuário, fazendo com que o mesmo chegue até ele. O Outbound é persistente na comunicação direta, mostrando serviços e se mantendo sempre visível aos olhos do cliente. 

Entretanto, é preciso ter cuidado ao fazer este tipo de divulgação de forma que o seu anúncio seja assertivo, mas não invasivo. 

Principais diferenças 

Inbound

  1. Comunicação feita de forma indireta; 
  2. Maior interação com o cliente; 
  3. Por se realizar no meio digital, o custo é relativamente mais baixo; 
  4. Maior engajamento;
  5. Acompanhamento em tempo real dos resultados.

Outbound

  1. Comunicação de forma direta;
  2. Modelo de comunicação em massa e de forma generalizada;
  3. Resultados de investimentos com velocidade maior;
  4. Atinge resultados mais rapidamente;
  5. Pode ser feita também em canais offline.
antispam

Considerações finais

Como citamos anteriormente, é possível mesclar as duas metodologias. A fim de construir uma estratégia de qualidade que surta resultados. 

É importante frisar que nenhuma metodologia anula a outra. As duas são extremamente eficazes e consegue trazer um retorno sobre investimento (ROI) extremamente positivo quando se trabalha ambas de maneira inteligente.

Mas, o diagnóstico para que você entenda e veja nitidamente qual das duas estratégias melhor se encaixa ao seu negócio, só poderá ser encontrado através da auto avaliação. Tendo em base o seu objetivo principal.

Cada empresa demanda um tipo de estratégia. E tudo precisa se levar em conta desde o segmento de atuação, localização, tamanho e faturamento. 

Por isso, se atente as características de cada metodologia. Dessa forma, é possível entender quais são as possibilidades e qual delas pode gerar maior efetividade e relevância para o seu negócio!

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da clínica Ideal Odonto.