Um Cloud Container trata-se de um ambiente onde há todas as configurações e compartimentos necessários para executar aplicações. Esses ambientes são isolados e também transportáveis. Além disso, contém tudo que se faz necessário ao realizar uma aplicação, como por exemplo, códigos, bibliotecas e configurações indispensáveis para o bom funcionamento da mesma.

Outro ponto importante é saber diferenciar um Cloud Container de VMs (Virtual Machine), pois, apesar de ambas serem uma forma de virtualização, no caso do Container, será a aplicação que se tornará virtual e não todo o sistema operacional, como acontece com a VMs. Isto é, o Cloud Container utiliza o sistema operacional da máquina onde ele estiver alojado e a VMs possui seu próprio sistema operacional.

Benefícios do Cloud Container

Monitoramento

No Cloud Container é possível controlar as aplicações que estão funcionando. É fácil saber as fases em que as mesmas estão funcionando, seja de implementação, operação, além de saber quais as versões, escalas e quando fazer atualizações, dentre outros.

Simples e fácil de usar

Quando opta-se por usar o Cloud Container, deixa-se de ter a necessidade de administrar um sistema operacional. Uma vez que o mesmo utiliza conjuntos de pequenos serviços para compor uma aplicação. Ou seja, existe uma certa independência entre esses conjuntos, o que viabilização a substituição fácil dos mesmos, caso haja algum defeito.

arquivo em nuvem banner

Bom investimento

Outra vantagem é no quesito custo-benefício. Já que ao utilizar Container não se faz necessário contratar uma equipe de profissionais para organizar e desenvolver toda a infraestrutura do Cloud Container. Trata-se de uma aplicação de fácil utilização.

Utilize de qualquer lugar

A execução de um Container pode ser feita de praticamente de qualquer lugar que você desejar. Seja em sistemas operacionais como o Windows, Mac, Linux, como também em máquinas virtuais ou em um notebook de desenvolvedor, além de data centers e nuvens públicas. Ou seja, torna a rotina mais prática, uma vez que é possível executar um software de onde quer que você esteja.

Configure o seu Cloud Container

Quando você criar um Cloud Container, precisará determinar configurações para ele, tais como, a quantidade e capacidade de memória e processamento. Para que isso? Pois, quando ele chegar à um certo nível pré definido, será necessário aumentar seu espaço. Você pode configurar para que isso aconteça automaticamente. Quer dizer, pode criar um gatilho que aumenta o espaço para um próximo tamanho, quando o limite estabelecido for atingido. Por exemplo, você configurou 100 GB de memória e processamento, você poderá determinar que quando chegar a 80% de ocupação, automaticamente será acoplado outro Container.

O uso de um Cloud Container pode ser considerado uma maneira mais ágil e leve de executar aplicações. Sem contar que são fáceis de configurar e dimensionar de acordo com a necessidade. Quer entender mais sobre Computação em Nuvem? Leia nosso post sobre Cloud Computing e saiba como alavancar seu negócio com mais rapidez e segurança da informação.

autor maria