Muito se tem falado sobre a importância da segurança da informação na sociedade contemporânea. Afinal, ataques cibernéticos, crimes virtuais e fraudes eletrônicas são questões cada vez mais presentes no Brasil e no mundo.

Dessa forma, é importante ressaltar que as pequenas e médias empresas são as mais afetadas quando o assunto é a segurança da informação, visto que, muita das vezes, os profissionais não aplicam recursos viáveis para garantir a proteção de dados e informações.

No entanto, a segurança da informação ainda é um assunto complexo e os profissionais que atuam com a proteção online estão em uma longa trilha para combater ataques cibernéticos. A boa notícia é que há ferramentas simples para cuidar desse aspecto.

Pensando nisso, preparamos este post com o intuito de auxiliar você, empreendedor, a melhorar a segurança da informação do seu negócio. Neste conteúdo, você verá 4 dicas simples para proteger os seus dados corporativos. Continue lendo!

1. Instale um antivírus em todos os computadores

O primeiro passo para promover a segurança da informação no seu negócio é instalar um antivírus de qualidade. Afinal, novas ameaças podem surgir por meio de e-mails, sites e mídias removíveis, como pen drives e ensaios não destrutivos.

Por isso, é fundamental investir em programas de antivírus em todos os computadores do seu negócio, a fim de garantir a segurança dos seus dados corporativos e de informações sigilosas, como dados de clientes, parceiros e fornecedores.

Além disso, lembre-se de manter o antivírus atualizado para eliminar ameaças comuns ou desconhecidas.

2. Confira os itens básicos de segurança nas empresas

Como mencionamos anteriormente, contar com um antivírus em cada computador da empresa é uma medida básica de sobrevivência. Orientar e treinar os funcionários sobre a segurança da informação também.

Mas, de acordo com especialistas, existem algumas medidas simples que devem ser seguidas para que o seu time verifique se os sistemas de segurança estão atualizados:

  • Falar com os colaboradores sobre novas ameaças, tais como fraudes internas e phishing nas redes sociais;
  • Orientar a sua equipe de TI a verificar as credenciais dos colaboradores e o limite de acesso por usuário;
  • Manter as atualizações em dia e, sempre que possível, colocá-las no automático;
  • Utilizar o armazenamento em nuvem para proteger qualquer informação, como manutenção de chiller.

3. Avalie o e-mail da empresa

Outro ponto importante da segurança da informação é ter um controle maior sobre o sistema de e-mails da empresa.

Afinal, muitas ameaças surgem por conta do e-mail, inclusive a fraude eletrônica que consiste em adquirir senhas, números de cartão de crédito, entre outras informações pessoais.

Para evitar essa realidade, o ideal é que o sistema de e-mais da empresa utilize um bom filtro de spams. Isso vale para qualquer nicho, até mesmo para marcas específicas, como placas de sinalização de segurança.

antispam

4. Crie senhas mais seguras

Por último, e não menos importante, é importante mencionar a importância de criar senhas mais seguras. Para se ter ideia, de acordo com a Deloitte, em 2013, mais de 90% das senhas geradas estão vulneráveis a ataques.

Portanto, para avaliar se as senhas geradas são fortes, utilize ferramentas de Password Checker, que podem mostrar quanto tempo um computador levaria para decifrar a sua senha ou se ela pode ser facilmente roubada.

Gostou do nosso post sobre como cuidar da segurança da informação do seu negócio? Então, compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse artigo foi escrito por Beatriz Barros, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais